Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \30\UTC 2009

Um adora a namorada mas ideia de transar com o melhor amigo para um filme pornô não lhe sai da cabeça. E a namorada .. deixa. (O DIA DA TRANSA)

O outro também adora a namorada mas a ideia de dormir com outra não lhe sai da cabeça. E a namorada .. também deixa. (FAIS-MOI PLAISIR)

O DIA DA TRANSA (Humpday)

humpday_f04cor_2009110741
de Lynn Shelton. Com Mark Duplass, Joshua Leonard, Alycia Delmore, Lynn Shelton, Trina Willard. Estados Unidos, 2009. 95min. (expectativa)

Ben tem um emprego fixo, leva uma vida tranquila ao lado da esposa e prepara-se para construir uma família. Andrew, seu antigo colega de faculdade, tornou-se um artista de rua que viaja pelo mundo. Um dia, Andrew aparece no meio da noite e propõe a Ben uma volta aos velhos tempos de folia, arrastando-o para uma festa regada a álcool, drogas e sexo. Quando surge o assunto de um concurso pornô, os dois amigos se desafiam mutuamente a participar. Juntos, decidem que o filme mais audacioso que poderiam fazer seria se transassem um com o outro diante da câmera.

Competição Sundance 2009.

(LEP) – 16 anos
QUA (30/9) 17:30 Estação Ipanema 1 [IP128]
QUA (30/9) 22:00 Estação Ipanema 1 [IP130]
SAB (3/10) 17:00 Espaço de Cinema 1 [EC155]
SAB (3/10) 23:45 Espaço de Cinema 1 [EC158]
SEG (5/10) 14:15 Est Barra Point 2 [BP250]
QUA (7/10) 22:20 Est Vivo Gávea 2 [GV265]

*** ***

FAIS-MOI PLAISIR (Fais-moi Plaisir!)

faismoipl_f05cor_2009110474
de Emmanuel Mouret. Com Emmanuel Mouret, Judith Godreche, Déborah François, Frédérique Bel. França, 2009. 92min. (panorama)


Ariane está convencida que seu parceiro, Jean-Jacques, deseja outra mulher. Para salvar o relacionamento, ela vê apenas uma saída: que ele tenha de fato um caso com essa mulher de seus sonhos, Elisabeth. Desta forma, saciaria seu desejo e voltaria à normalidade de sua vida de casal. Jean-Jacques parte, então, ao encontro de Elisabeth. O que ele não sabe é que sua futura amante, é filha do presidente da França…

(LP) – 14 anos
SEX (2/10) 14:00 Roxy 3 [RX329]
SEX (2/10) 19:00 Roxy 3 [RX331]
DOM (4/10) 14:00 Cinemark Downtown 1 [DW137]
DOM (4/10) 19:00 Cinemark Downtown 1 [DW139]
SEG (5/10) 14:00 Leblon 1 [LB141]
SEG (5/10) 19:00 Leblon 1 [LB143]
QUA (7/10) 15:30 Est Vivo Gávea 5 [GV562]
QUA (7/10) 21:50 Est Vivo Gávea 5 [GV565]
QUI (8/10) 14:00 Estação Botafogo 1 [EB192]
QUI (8/10) 20:00 Estação Botafogo 1 [EB195]

*** ***

Read Full Post »

A GRUTA
Um filme-jogo onde o destino da trama depende de você:

agruta_f01cor_2009111104
cada espectador que for à sala de cinema receberá uma espécie de controle remoto, com o qual participará do suspense em 30 momentos da trama.

SEX (2/10) 16:45 Espaço de Cinema 2 [EC245]
SEX (2/10) 23:00 Espaço de Cinema 2 [EC248]

A GRUTA (A Gruta)
de Filipe Gontijo. Com . Brasil, 2008. 60min.
O jovem casal Luisa e Tomás decide passar uns dias na fazenda da família dela, onde mora o caseiro Tião. Quando encontram um filhote de porco na gruta do terreno, a tranquilidade se aproxima do fim. Um deles passa a apresentar comportamentos estranhos, e Tião acredita que estão possuídos por demônios. Aos poucos, desconfiam que a resposta pode estar nas sombras da gruta. Filme interativo, no qual o espectador, através de um controle, participa da história, alterando seu desdobramento. A Gruta pode durar de 5 a 45 minutos, de acordo com as escolhas do público.
Midnight (VO) – 16 anos

“Fui pesquisando e descobri essa tecnologia no Rio de Janeiro. Chama-se powervote. Os controles são pequenos, com botões contendo números de 1 a 10. Geralmente, ele é usado em seminários e palestras. Como estávamos querendo um sistema diferenciado para apresentar o filme no festival, já que temos a oportunidade de alcançar um público maior, achei que esse era o formato ideal”, lembra o diretor Felipe Gontijo.

A fita conta a história dos jovens Luísa (Poliana Pieratti, de Nada Consta) e Tomás (Carlos Henrique, de O Último Raio de Sol). Certo dia, os dois decidem passear na fazenda da família da moça. Por lá, vive o caseiro Tião (André Deca). O sossego procurado pelo casal é quebrado quando eles vêem um filhote de porco na gruta e coisas estranhas acontecem com eles no local. Para a seleção do elenco, foram feitos vários testes. Queríamos um par jovem e surgiram muitos atores que não se encaixaram”, conta o diretor. O porquinho que “interpreta” Dadinho foi treinado por Filipe durante três meses.

A interação do público com A Gruta funciona da seguinte maneira: logo de início, o espectador tem a oportunidade de escolher sobre qual perspectiva assistirá ao filme, que, dependendo da escolha, pode durar de cinco a 40 minutos. Pode-se optar pela visão de Tomás ou de Luísa. No meio do filme, o espectador também pode decidir trocar de personagem. O filme tem 11 finais diferentes e vários entroncamentos que levam sempre à gruta.

Filipe, autor do roteiro, buscou inspiração na literatura para criar os personagens de A gruta: Tomás, por exemplo, foi baseado no conto As Armas Secretas, do argentino Julio Cortazar. Já Luísa se inspirou no famoso poema O Corvo, de Edgar Allan Poe. Para criar o caseiro sinistro vivido por Deca, no entanto, ele recorreu a uma história real. Gontijo montou a trama de Tião lembrando caso que chocou Brasília em 2004, quando um empregado assassinou os patrões em Ceilândia.

Para filmar A Gruta, equipe técnica e atores foram para a Gruta da Lapa, a 70km de Brasília.

Filipe Gontijo nasceu em 1980, em Brasília. Estudou publicidade na Universidade de Brasília de 2000 a 2005. Em 2006, seu curta-metragem A Volta do Candango conquistou o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Brasília. É um dos fundadores da TV Universitária de Brasília e trabalha como roteirista e diretor de videoclipes e comerciais.

http://www.filme-jogo.com/

** **

Read Full Post »

Brilho de Uma Paixão (Bright Star)
De Jane Campion

brightsta_f02cor_2009110561
Abbie Cornish, Ben Whishaw, Paul Schneider, Kerry Fox
Reino Unido / Austrália, 2009. 119min.

panorama

Londres, 1818. O jovem poeta John Keats é vizinho de Fanny Brawne, estudante de moda de opiniões fortes. Seus mundos não poderiam ser mais distintos. Quando o irmão de John adoece, no entanto, Fanny oferece seus cuidados. Encantado, John se aproxima da moça e se oferece para ensiná-la poesia. Os dois terminam se apaixonando, e no momento em que a mãe de Fanny e o melhor amigo de John descobrem o caso, já é tarde demais para tentarem desaconselhá-los. O casal mergulha num romance obsessivo, no qual a paixão é tão forte quanto as turbulências. Em competição no Festival de Cannes 2009.

Jane Campion nasceu em 1954, na Nova Zelândia. Estudou na Escola Australiana de Cinema, Rádio e Televisão, onde fez o curta Peel, Palma de Ouro do Festival de Cannes de 1986. Em 1989, fez seu primeiro longa-metragem, Sweetie. Em 1990, dirigiu An Angel at My Table, Prêmio Especial do Júri no Festival de Veneza. Seu filme seguinte, O Piano, lhe rendeu a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1993 e três Oscar, incluindo Melhor Roteiro.

SEG (28/9) 15:20 Est Vivo Gávea 2 [GV217]
SEG (28/9) 19:40 Est Vivo Gávea 2 [GV219]

*** ***
A casa Nucingen (La Maison Nucingen)
De Raoul Ruiz

nucingenh_f08cor_2009110098
Com Elsa Zylberstein, Jean-Marc Barr, Laurent Malet, Audre Marnay
França/Chile – 2008 / 94 minutos Reino Unido / Austrália, 2009. 119min.
panorama

Na década de 20, William James, jovem aristocrata americano, vive na França com sua esposa Anne-Marie. Numa partida de pôquer, ganha uma bela casa no Chile, próxima à Cordilheira dos Andes. O casal viaja então para o distante país, para conhecer a casa e descansar. Chegando lá, os empregados da casa os recebem com estranhas atitudes, e logo o casal descobre que a família que habitava a casa anteriormente ainda está lá. E que esqueletos, fantasmas, mortos-vivos e outros seres sobrenaturais andam normalmente pela cidade. Baseado em A Casa Nucingen, de Honoré de Balzac.

Nasceu em 1941, no Chile. Na Argentina, estudou teologia e direito. Antes de dedicar-se ao cinema, escreveu roteiros para a televisão mexicana e mais de cem peças teatrais. Em 1968, dirigiu seu primeiro longa, Los Tres Tristes Tigres, Melhor Filme no Festival de Locarno. Após o golpe militar no Chile, exilou-se na França. Entre seus mais de oitenta filmes, destacam-se também Genealogias de um Crime (1997) e O Tempo Redescoberto (1999).

SEG (28/9) 13:30 Estação Ipanema 2 [IP216]
SEG (28/9) 18:00 Estação Ipanema 2 [IP218]

*** ***

Read Full Post »

Jorgen Leth dirige filmes desde 1963 e possui uma vasta filmografia com mais de 40 obras.

Elas não davam a mínima para imagens até que aceitaram participar de uma oficina de fotografia


27 CENAS SOBRE JORGEN LETH

27cenasso_f01cor_2009111138
(27 Cenas sobre Jorgen Leth)
de Amir Labaki. . Brasil, 2008. 73min.

“27 Scenes about Jorgen Leth” é um retrato cinematográfico de um dos mais originais documentaristas contemporâneos. Em mais de quarenta anos de atividade, o dinamarquês Jorgen Leth realizou 45 filmes, com ênfase para curtas conceituais, ensaios antropológicos, retratos e diários filmados. No documentário, as idéias do cineasta iluminam seus filmes e vice-versa. Leth discute o contexto cultural de seus anos de formação, sua obra como poeta, a decisão de mudar-se da Dinamarca para o Haiti e sua parceria com Lars con Triers em “Five Obstructions” (2003). Mostra expectativa

(LEP) – 16 anos
DOM (27/9) 17:40 Est Vivo Gávea 5 [GV513] (O diretor Amir Labaki apresenta a sessão)
SEG (28/9) 12:30 Espaço de Cinema 3 [EC323]
SEG (28/9) 20:30 Espaço de Cinema 3 [EC327]
QUI (1/10) 16:00 Cine Glória []
SEX (2/10) 14:00 Est Barra Point 1 [BP135]

*** ***

LENTES ABERTAS: IRAQUE

openshutt_f01cor_2009110427
(Our emotions take the pictures: Open Shutters Iraq)
de Maysoon Pachachi . Documentário. Reino Unido / Síria / Iraque, 2008. 102min.

Em dezembro de 2006 um grupo de mulheres iraquianas viaja a Damasco para participar de uma oficina de fotográfia conduzida por uma jovem mulher inglesa. Vivendo por um mês juntas, elas aprendem o processo básico da fotografia e como ultilizá-la para criar um projeto bem pessoal ligado as suas vidas traumatizadas por anos de sanções e de guerras. De volta ao Iraque ocupado, elas colocam em prática todos os conhecimentos adquiridos durante a viagem. Expondo-se a situações perigosas, registram com suas câmeras uma visão profundamente pessoal sobre o estado em que seu país se encontra.

(LEP) – 12 anos
SEX (25/9) 14:15 C.C. Justiça Federal [JF001]
SAB (3/10) 17:40 Est Vivo Gávea 4 [GV443]
DOM (4/10) 13:20 Est Vivo Gávea 4 [GV446]
QUA (7/10) 15:30 Estação Botafogo 3 [EB374]
QUA (7/10) 21:45 Estação Botafogo 3 [EB376]
QUI (8/10) 19:30 Estação Botafogo 3 [EB381]

** **

Read Full Post »

filmes de peso

pesado

no festival: tyson, gracies, maradona, tenório, black dynamite e este inusitado nadador:


Big River Man

bigriverm_f02cor_2009110298
John Maringouin
Martin Strel, Borut Strel, Matthew Mohlke
Eua/reino unido/ 100 min/ 2008
midnight

O esloveno Martin Strel, detentor do recorde de nado de longa distância, tem 53 anos. Ex-viciado em jogo, trabalha como vendedor televisivo e jurado de concursos de beleza. É também professor de violão e enólogo amador, bebendo duas garrafas de vinho por dia. Apesar disso, mantém suas habilidades físicas e seu novo desafio é ser o primeiro a nadar os 6.992 quilômetros de extensão do perigoso rio Amazonas. Martin pretende completar o percurso em 66 dias, e com isso chamar a atenção do mundo para o rápido desmatamento da floresta. Melhor fotografia de documentário em Sundance 2009.

*** ***
Maradona

maradona_f02cor_2008110386

de Emir Kusturica

Diego Maradona, Lionel Messi, Ciro Ferrara, Manu Chao
Espanha/frança – 95 minutos/ 2008
panorama

Saído da pobreza, Diego Maradona tornou-se o maior ídolo do esporte argentino: um artista em campo e inspiração para milhões de pessoas. A esta ascensão espetacular, sucedeu-se uma trágica queda, marcada pelas drogas. A vida deste homem que conquistou o mundo, desceu aos infernos e ressurgiu brilhantemente é contada sob a ótica de um de seus mais fervorosos fãs, Emir Kusturica. Estabelecendo um elo íntimo com o jogador, o cineasta traça sua homenagem percorrendo os lugares mais importantes da vida do craque, conversando com amigos próximos e explorando materiais de arquivo.

***

Os Gracies e o Nascimento do Vale Tudo

thegracie_f04cor_2009110799
de Victor Cesar Bota
Brasil Eua – 2009 – 90 minutos
O brasil do outro

Em 1914, Carlos Gracie teve suas primeiras aulas de jiu-jitsu em Belém do Pará. Onze anos depois chegou ao Rio de Janeiro, onde fundou uma academia de autodefesa. Ali promoveu uma competição de lutas sem regras, que seria a primeira de muitas. Nasceu assim o vale tudo, conhecido hoje em todo o mundo. Carlos teve 21 filhos com seis mulheres diferentes, dando origem a um clã de lutadores, conhecido como a família Gracie. As três gerações, que reúnem 47 faixas-pretas, falam sobre sua dinâmica familiar incomum e explicam por que julgam seu estilo de luta o mais eficiente do mundo.

***

Black Dynamite

blackdyna_f01cor_2009110367
Scott Sanders
Michael Jai White, Obba Babatunde, Kevin Chapman
Eua/ 90minutos/ 2008
midnight

Black Dynamite é um excelente lutador de kung fu, anda carregado de armas e é capaz de conquistar as mais belas mulheres, além de ostentar um imponente penteado black power. Quando a máfia italiana assassina seu irmão, distribui heroína em orfanatos negros e espalha pinga adulterada pelo gueto, Black Dynamite é obrigado a agir. Com uma elegância à altura dos maiores ícones do cinema Blaxpoitation dos anos 70, ele é o único herói disposto a enfrentar qualquer perigo nas ruas banhadas de sangue da cidade.

***

Tyson

tyson_f01cor_2008110429
James Toback
Mike tyson
Estados unidos / 88 minutos/ 2008
Midnight

O lendário e controverso boxeador Mike Tyson olha para o seu passado e fala sobre sua vida e sua carreira. A infância pobre no Brooklyn, a entrada no boxe sob os cuidados do treinador Cus D’Amato, o casamento com Robin Givens e a tumultuada passagem pelo mundo da fama. Através de entrevistas inéditas e materiais de arquivo diversos, incluindo registros de lutas, Tyson emerge como uma figura humana complexa e dotada de grande sinceridade, que conjuga de forma radical questões de raça e de classe. Vencedor do Prêmio Knockout na Mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes 2008

***

B1

b1tenorio_f02cor_2009111194
Felipe Braga e Eduardo Hunter Moura
Com Antônio Tenório
Brasil – 99 minutos – 2009
Premiere brasil / retratos

Antonio Tenório é um B1: totalmente cego, carrega na manga do quimono o círculo vermelho que o simboliza. O documentário acompanha este judoca profissional, um dos poucos no mundo a competir tanto em campeonatos paraolímpicos quanto regulares, enquanto ele se prepara para disputar uma quarta medalha de ouro, em Pequim. Filmado no Brasil, França e China, “B1” narra uma jornada internacional pelo ponto de vista de um judoca cego, revelando o homem por trás do atleta de alto-rendimento e investigando cinematograficamente sua sensibilidade.

*** ***

programação:  http://www.festivaldorio.com.br

Read Full Post »

os vampiros no Festival do Rio

durante as sessões: crucifixos não entram!

MATADORES DE VAMPIRAS LÉSBICAS

lesbianva_f01cor_2009110430


Lesbian Vampire Killers
de Phil Claydon
com James Corden, Matthew Horne, Paul McGann
Reino unido/ 88 minutos / 2009
Midnight

Os amigos Fletcher e Jimmy, dois azarados, decidem passar um feriado no campo para fugir de seus problemas. Chegando a um remoto vilarejo, são conduzidos pelo povo local a um lugar afastado, para servirem de sacrifício humano. A cidade sofre de uma maldição lançada por Carmilla, a Rainha Vampira Lésbica, que acomete as belas meninas de 18 anos que passam por ali. Ao cair da noite, as beldades revelam seu gosto por sangue, e pela carne uma das outras. Para salvar suas vidas, os dois amigos terão que superar seus medos e suas fantasias para se tornarem matadores de vampiras.

lesbianva_f06cor_2009110430Nasceu em 1976, na Inglaterra. Formou-se na Escola Internacional de Cinema do País de Gales. Seu curta de formatura, Skipping Without Rope (1999), foi exibido no Festival de Curtas Britânicos da BBC e no Festival de Edimburgo. Aos 24 anos, dirigiu seu primeiro longa-metragem, Alone, indicado ao British Independent Film Awards de 2001. Em seguida, realizou o curta-metragem Championship (2002). Este é seu segundo longa.

***

SEDE DE SANGUE  (Bak-Jwi – Thirst)

thirstbannedposterb1
de Park Chan-wook
com Song Kang-ho, Kim Ok-vin, Kim Hae-sook, Shin Ha-kyun
Coréia do sul, 133, 2009
Midnigh
t

Sang-hyun, padre querido na cidade onde vive, se oferece como voluntário para os testes de uma vacina contra um novo vírus letal. Infectado acidentalmente com o vírus, seu corpo desfalece. No entanto, uma transfusão de sangue de última hora o traz milagrosamente de volta à vida. Transformado em vampiro, ele passa a ter um grupo de devotos seguidores que acreditam que ele possui o dom da cura. O padre, no entanto, precisa lidar com outras preocupações: o desejo incessante por sangue e a paixão pela mulher de um amigo de infância. Prêmio do Júri no Festival de Cannes de 2009.

Nasceu em 1963, na Coréia do Sul. Estudou filosofia na Universidade Sogang, onde fundou um cineclube e dedicou-se à teoria de cinema. Trabalhou como assistente do diretor Kwak Jae-Yong até fazer seu primeiro longa-metragem, The Moon is the Sun’s Dream, em 1992. Entre seus filmes, destaca-se a “trilogia da vingança”, formada por Mr. Vingança (2002), Oldboy (2003), Grande Prêmio do Júri em Cannes 2004, e Lady Vingança (2005).

thirst_f02cor_2009110149

prog no http://www.festivaldorio.com.br

*** ***

Read Full Post »

enquanto guilherme ama a irmã, hubert odeia a mãe:


Como desenhar um círculo perfeito

comodesen_f02cor_2009110599


de Marco Martins
com Rafael Morais, Joana de Verona, Daniel Duval
Portugal / 120 minutos / 2009
PANORAMA

Guilherme, rapaz tímido e frágil, tem o dom de desenhar círculos perfeitos. Ele vive em uma velha mansão de Lisboa com a mãe, a avó e sua bela irmã gêmea, Sofia. Os dois irmãos cresceram muito próximos e descobriram juntos a sexualidade. Guilherme terminou por se apaixonar pela irmã, mas é obrigado a aceitar calado seus namoros com outros rapazes.

Marco Martins nasceu em 1972, em Portugal. Formou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema em 1994. Estagiou na área de produção com realizadores como Wim Wenders e Manoel de Oliveira. Foi durante dois anos assistente de direção de João Canijo. Entre 1994 e 1998, dirigiu três premiados curtas-metragens. Em 2005, dirigiu seu primeiro longa, Alice, ganhador do Prêmio Regards Jeunes no Festival de Cannes. Este é seu segundo longa-metragem.

*** ***

Eu matei a minha mãe (J’ai tué ma mère)

php1JKdoyAM
de Xavier Dolan
com Anne Dorval, Xavier Dolan, Suzanne Clément, François Arnaud
Canadá, / 100 minutos / 2009
EXPECTATIVA

Hubert tem dezessete anos e não ama sua mãe. Além de só ter olhos para o gosto kitsch, as roupas bregas e pequenos detalhes como a forma que ela come, ele a contempla com desprezo. Os mecanismos de manipulação e a culpabilização empregados por ela também não lhe passam desapercebidos e Hubert se vê progressivamente tomado por uma relação de amor e ódio fora do seu controle. Confuso, ele vaga por uma adolescência ao mesmo tempo marginal e típica, repleta de descobertas artísticas, experiências ilícitas, amizades e sexo.

Exibido na Quinzena dos Realizadores em Cannes 2009.

Xavier Dolan nasceu em Montreal em 1989. Iniciou a carreira aos seis anos de idade, ao figurar numa série de propagandas para a televisão. Desde então trabalha como ator de cinema e televisão,tendo participado de filmes como La forteresse suspendue (2001), de Roger Cantin, e Mártires (2008), de Pascal Laugier.

Este é seu primeiro filme como diretor, produtor, roteirista e ator, tendo escrito o roteiro aos 17 anos. Mas não matou a mãe.

*** ***

Read Full Post »

Older Posts »